segunda-feira, 17 de maio de 2010

CRUZEIRO COSTA NORDESTE

Cruzeiro a vela faz parte da história do mundo a milhares de anos. Os desbravadores dos mares embarcavam em seus navios a procura de terras que para muitos não havia a mínima certeza do encontro. As viagens eram difíceis, muitas doenças, fome, sede, morte, marinheiros eram colhidos pelo mar em meio a terríveis maremotos e tempestades, barcos se desintegravam, navegadores experientes se perdiam em meio ao nada. Essa era a vida dos que se faziam ao mar, uma eterna e cruel incerteza. O mar era para homens rudes, ignorantes, malfeitores e talhados a beira do caís, mas que viam o mar como a fonte de um futuro que nunca poderiam ter em terra.
Do mar chegavam riquezas, conquistas e segredos que despertavam sonhos e idéias bem aventuradas. Do mar partiam guerras vitoriosas e aportavam derrotas humilhantes. Pelo mar surgiram países e grandes nações. Em busca do mar, muitos países brigam até os dias de hoje.
Mar, esse eterno e grande despertador de paixões, mundo de sonhos, fantasias, segredos, conquistas e muitas histórias. Berço da história e guardião de seus arquivos mais medonhos. Mundo em constante ebulição e onde jamais a paisagem é a mesma de um segundo atrás. Mar que cobra respeito, devoção, coragem atitude e faz com que os homens se igualem.
Mar de correntes e contra correntes, onde não se aprende seus segredos em bancos escolares ou universidades. Mar que não respeita diplomas, posição social, poses e hierarquias. Mar que observa e no menor lapso de distração pune, mas que também sabe premiar com louros os bons de espírito e alma. Mar que se fecha a demonstrações de riquezas, reservando para elas às águas tranqüilas de lagos, lagoas, rios e beira mar, onde suas estórias se fecham em um pequeno círculo.
Esse é o mar, um grande e velho desconhecido, um mundo apaixonante e ao mesmo tempo desfazedor de amores, um universo refratário dos desmandos e desfaçatez do homem. Um planeta de riquezas guardadas a sete chaves por um exército de seres extremamente competentes. Um grande livro de história com muitas páginas em branco, onde pessoas de coragem, lealdade, respeito e humildade podem contar suas versões.
Hoje os cruzeiros a vela fazem a alegria de muitos velejadores pelo mundo. Hoje já não existe o segredo da terra desconhecida. Hoje os barcos saem ao mar equipados com modernos equipamentos de comunicação e navegação. O GPS mostra os caminhos. O radar orienta os desatentos. Os satélites varrem o planeta e em simples computadores de bordo o navegante pode tomar suas decisões. O Epirb salva os náufragos e mais uma incrível teia tecnológica esta a disposição dos aventureiros. Mas o mar ainda é o mesmo desde o princípio. Ele se mantém alheio aos avanços da modernidade e ainda cobra respeito e dignidade.
Velejadores de todo mundo se juntam em flotilhas e aproveitam a segurança desse tipo de navegação e varrem os mares do mundo em busca de suas aventuras. São cruzeiros organizados por velejadores com muita experiência no mar, para incentivar aqueles com pouca experiência. São eventos sem fins lucrativos, mas que trazem grande lucro de conhecimento aos participantes.
Como no resto do mundo, o Brasil já entrou no mundo dos grandes cruzeiros a vela. A ABVC, Associação Brasileira de Velejadores de Cruzeiro, organiza há nove anos o Cruzeiro Costa Leste, um evento que sai do Rio de Janeiro e sobe a costa brasileira até Recife e que acontece a cada dois anos. Na esteira do Costa Leste surgiu o Costa Sul, que sai do Rio de Janeiro e navega até Florianópolis, fazendo a integração dos dois cruzeiros. Tudo saído do sonho de um apaixonado grupo de velejadores brasileiros.
Em Natal um grupo de velejadores, no qual faço parte junto a Hélio Milito e Adaury Vidal, lançou o Cruzeiro Costa Nordeste que larga de Natal dia 01 de Janeiro de 2011, e vai descer à costa do Brasil integrando os Estados da Paraíba, Pernambuco, Alagoas e Bahia. Com a intenção de ir agregando velejadores ao longo do percurso até a chegada a Salvador, onde teremos uma grande festa de confraternização. Tudo seguindo o mesmo espírito que rege o Costa Leste, o Costa Sul e todos os grandes cruzeiros pelo mundo.
Velejaremos em busca das páginas em branco do livro do mar.

Nelson Mattos Filho
Velejador

NOVAMENTE NAVEGANDO

Amigos, leitores e seguidores do Blog do Avoante, depois de uma longa perna navegando apenas no blog http://diariodoavoante.wordpress.com, aportei novamente nesse blog. Não vou deixar de escrever no Diário do Avoante, vou manter os dois blogs e atualizando sempre, só que esse blog irei dar um formato mais social, com fotos e artigos não apenas do mar. Os nossos seguidores que quiserem postar fotos de coisas do mar e artigos náuticos, podem mandar que terei o maior prazer em postar, desde que não tenha nenhuma conotação publicitaria, sexual ou que venha a denegrir a imagem de pessoas. Vamos navegar!

sexta-feira, 1 de janeiro de 2010

NOVO PORTO

NOVO ANO, NOVOS RUMOS, NOVOS SONHOS, NOVA VIDA, NOVAS ESPERANÇAS E PARA NÓS DO BLOG DO AVOANTE UM NOVO ENDEREÇO. PARA VOCÊ QUE GOSTA DE ACOMPANHAR E NAVEGAR JUNTO COM O AVOANTE NÃO PERCA O RUMO NESTE 2010, ESTAMOS A PARTIR DE HOJE EM UM NOVO ENDEREÇO ELETRONICO:
diariodoavoante.wordpress.com
SERÁ UM PRAZER CONTINUAR TENDO VOCÊ COMO LEITOR E TRIPULANTE DO NOSSO DIÁRIO DE BORDO E ESPERAMOS QUE NOSSA TRIPULAÇÃO DE LEITORES E AMIGOS CONTINUE SE MULTIPLICANDO.
NAVEGUE AGORA POR LÁ É MUITO FÁCIL:
diariodoavoante.wordpress.com